Siga-nos no linkedin

Construtoras buscam adequar infraestrutura em projetos de condomínios para incluírem fibra óptica

Tecnologia pode aumentar a velocidade e manter a internet estável nos ambientes.

A fibra ótica já foi tendência, virou novidade e agora já é uma realidade dentro dos principais projetos residenciais e comerciais. Com o aumento cada vez maior da taxa de transmissão de dados nas redes, ou seja, mais velocidade e estabilidade na internet banda larga, por exemplo, a novidade vem ganhando espaço dentro dos condomínios se tornando um diferencial oferecido pelas construtoras.

De acordo com a gerente de projetos de engenharia da Fibracem, empresa especializada na produção de componentes para fibra óptica, Cleverson Weiss, atualmente, essas construtoras estão trabalhando cada vez mais próximas às empresas de telecomunicações com o objetivo de atender essa nova demanda.

“Com este cenário se desenhando, a previsão é que os condomínios verticais e horizontais sejam cada vez mais estruturados, com projetos bem definidos das redes internas de telecomunicações”, comenta.

Segundo Weiss, no Brasil está ocorrendo um aumento exponencial pela procura dessas elevadas taxas de transmissão, inclusive no Paraná, como tem feito a Companhia Paranaense de Energia (Copel), por exemplo, que hoje possui uma rede inteira de fibra e possui planos de 50, 75 e 150 Mbps disponíveis. “A tendência agora para os próximos projetos de condomínios é incluir uma sala de controle de telecomunicações, que concentrará e trabalhará, uniformemente, todos os quadros de distribuição para o restante do condomínio,” ressalta.

Para especialista, nos próximos anos haverá, ainda, uma inclusão de diversos serviços por meio da nova tecnologia. “Acredito que brevemente podemos ter alarmes, câmeras de segurança, climatização, sistema de incêndio, automação de eletrodomésticos, iluminação e outros serviços totalmente integrados à fibra óptica”, conclui.

Notícias mais visitadas